Archive | Gerenciamento de Serviços de TI RSS for this section

Cinco dicas para medir a qualidade das aplicações

medicao Avaliar a qualidade de um software é um mistério. Muitos profissionais de TI ficam frustrados sobre como definir e medir a qualidade das aplicações.

Não surpreendentemente, essas dificuldades resultam de um foco incorreto sobre o processo pelo qual o software é construído. Achamos que podemos definir essas atividades e medi-los com precisão para que as pessoas possam ver e focar nas atividades necessárias para criar, melhorar e gerenciar o software.

Mas de nada adianta ter um processo impecável se o produto não está em linha. Infelizmente, esse é o tipo de falha que corremos o risco quando não somos capazes de medir a qualidade do software.

Essa falta de visibilidade sobre a qualidade está na raiz de muitos problemas de gestão de software. Os executivos de negócios não conseguem entender por qual motivo um software custa tanto, demora tanto tempo para ser desenvolvido e ainda os custos associados para mudá-lo. CFOs e CEOs, por sua vez, não conseguem entender por que o investimento em TI é tão alto.

Leia Mais…

Desordem no Help Desk: novo padrão deve ajudar

helpdesk Companhias norte-americanas que tenham clientes em comum poderão trocar suporte

As empresas de help desk que tenham clientes em comum poderão trocar suporte (em vez de passar o chamado para outra empresa) para colaborar na resolução de problemas usando o padrão de troca de dados apresentado na terça-feira (07/06). Isso, ao menos, nos Estados Unidos.

Leia Mais…

Intranet ao alcance das pequenas empresas

consultoriaonline Muito se fala sobre Intranet e a importância desta ferramenta para alavancar a produtividade nas empresas. Mas o que é Intranet? É uma versão a Internet configurada para sua empresa, um local em rede onde os funcionários possam criar e gerenciar sites personalizados voltados para equipes e projetos para colaborar e compartilhar documentos. Quanto tempo é perdido quando estamos fazendo um documento, pode ser uma apresentação, relatório ou planilha, e enviamos para várias pessoas, cada uma faz alterações e quando vamos ver já existem diversas versões do arquivo e muitas vezes não sabemos qual a mais atual. Ferramentas que facilitem o fluxo de trabalho colaborativo são essenciais para pequenas empresas que precisam utilizar ao máximo os recursos que possuem.

Com a tecnologia em nuvem recursos como intranet estão mais acessíveis para pequenas empresas. Na semana passada falamos sobre o BPOS (Business Productivity Online Standard Suite) – um pacote de soluções de produtividade da Microsoft formado por Microsoft Exchange Online, Microsoft Office Live Meeting, Microsoft SharePoint Online e Microsoft Office Communications Online. Com o Microsoft SharePoint Online uma pequena empresa pode configurar sua intranet e trabalhar de maneira totalmente integrada.

Leia Mais…

Windows Intune – Gerenciamento de infraestrutura na nuvem

Windows Intune - Gerenciamento de infraestrutura na nuvem

No primeiro dia deste mês foi lançado o Windows Intune, um serviço hospedado nos datacenters da Microsoft para gerenciamento remoto de PCs rodando Windows.

Windows Intune - Gerenciamento de infraestrutura na nuvem

Este artigo está estruturado em cinco partes:

  1. Serviços que fazem parte do Windows Intune
  2. Versões suportadas de Windows
  3. Como experimentar esse serviço
  4. Instalação do agente de monitoração em cada PC licenciado
  5. Windows Intune vs. System Center

Leia Mais…

OCS Inventory: Ferramenta para inventariar hardware e software

ocs Uma das maiores dificuldades encontradas no gerenciamento de informática, é saber a dimensão exata do que está sendo gerenciado, no que diz respeito a software e hardware. Inventariar o parque de informática e conhecer a situação precisa de cada equipamento pode ser uma tarefa complexa até mesmo em organizações de médio porte, e com certeza é uma tarefa importante em se tratando de órgãos públicos estaduais, pois diversos órgãos possuem e exercem autonomia para adquirir seus próprios equipamentos e softwares.

Diante deste quadro e dado a necessidade de se obter mais informações acerca do assunto, testamos diversas ferramentas de Inventário de Hardware e Software e optamos por um projeto com GNU General Public License (GPL), chamado de OCS Inventory.
Em Setembro de 2005, após vários testes e estudos, implantamos a ferramenta em nosso parque computacional e desde então temos nos deparado com as inúmeras possibilidades de manipular as informações obtidas, para melhor gerenciamento do nosso parque.

Leia Mais…

OCOMON – Alternativa livre para montar o seu helpdesk

Ocomon O Ocomon surgiu em Março de 2002 como projeto pessoal do programador Franque Custódio, tendo como características iniciais o cadastro, acompanhamento, controle e consulta de ocorrências de suporte e tendo como primeiro usuário o Centro Universitário La Salle (UNILASALLE). A apartir de então, o sistema foi assumido pelo Analista de Suporte Flávio Ribeiro que adotou a ferramenta e desde então a tem aperfeiçoado e implementado diversas características buscando atender a questões de ordem prática, operacional e gerencial de áreas de suporte técnico como Helpdesks e Service Desks.

Em Maio de 2003 surgiu a primeira versão do módulo de inventário (Invmon), e a partir daí e todas as informações de atendimentos começaram as estar vinculadas ao respectivo equipamento, acrescentando grande praticidade e valor ao sistema de atendimento. Com a percepção da necessidade crescente de informações mais relacionadas com à questão de qualidade no suporte, no início de 2004 foram adicionadas características de gerenciamento de SLAs, mudando de forma sensível a maneira como o gerenciamento de chamados vinha acontecendo e obtendo crescente melhoria da qualidade final de acordo com os indicadores fixados para os serviços realizados.

Leia Mais…

Livro: “Ambiente de Rede Monitorado com Nagios e Cacti”

Livro: “Ambiente de Rede Monitorado com Nagios e Cacti”Como administradores de redes, devemos estar sempre atentos à disponibilidade de nossos equipamentos. As máquinas comuns, sem nenhum mecanismo especial em software ou hardware que vise mascarar as eventuais falhas, não garantem 100% de disponibilidade, e sim de 99% a 99,9%. Isso equivale a dizer que, em um ano de operação, a máquina pode ficar indisponível por um período de nove horas a quatro dias, sem contar as paradas planejadas pelo administrador.

Os softwares de monitoração são responsáveis por checar, a disponibilidade dos equipamentos em nosso ambiente de TI, nos alertando por e-mail ou por SMS sobre a queda de qualquer serviço ou a indisponibilidade de algum servidor. Com isso, podemos corrigir a falha antes mesmo de o chefe notar, além de também aumentar o índice de disponibilidade total dos itens monitorados.

Leia Mais…

%d blogueiros gostam disto: