Quais motivos podem levar o Windows a não iniciar?

Infuriated businesswoman Seu PC pifou? Descubra quais são os possíveis problemas que levam o sistema operacional a travar.

Computadores são constituídos por componentes de hardware e uma extensa combinação de softwares. Todas essas partes, sejam elas físicas ou virtuais, estão suscetíveis a apresentarem problemas. Muitos usuários entram em desespero quando o PC para de funcionar.

As falhas mais aparentes são as de hardware, ou seja, quando alguma peça da máquina está avariada ou mal-instalada. Enquanto o problema se restringe a cabos desconectados e componentes queimados, as soluções são simples. A partir do momento em que as falhas apresentadas fazem parte do sistema operacional é que a situação fica crítica. Se você ainda não sofreu com o travamento do Windows durante a sua inicialização, é bom ficar antenado, pois isso pode acontecer com qualquer PC.

Apesar de assustar a maioria dos usuários, com conhecimento e um pouco de paciência, todo erro pode ser resolvido. Descubra neste artigo quais são os principais motivos para o Windows deixar de funcionar e como proceder para recuperá-lo.

A memória RAM pede socorro

Assim como em qualquer sistema operacional, ao inicializar o Windows são carregados diversos arquivos e recursos da plataforma. Por ser a responsável pelo armazenamento temporário de informações, a memória RAM é um dos componentes mais exigidos. Caso essa peça esteja com algum problema ou mal-encaixada, ela pode não oferecer o seu desempenho máximo, acarretando no chamado despejo de memória física.

Com isso, o gerenciador de memória não consegue transferir a quantidade de dados solicitada pelo procedimento, sobrecarregando o componente. Devido a tal exigência, a inicialização do sistema pode ser interrompida, ocasionando a clássica tela em que a barra de carregamento do Windows torna-se estática.

Soluções possíveis

Para resolver esse problema, o primeiro passo é verificar se o pente de memória RAM está devidamente encaixado. Confirme também que o componente não esteja sujo – com camadas grossas de poeira, por exemplo.

Ao fazer a limpeza da peça, use álcool isopropílico na placa e borracha nos contatos dourados. A técnica da borracha, apesar de simples, realmente funciona.

No momento de manipular o pente de memória RAM, é preciso tomar alguns cuidados, como evitar o contato das mãos com os componentes eletrônicos e o atrito da placa com superfícies ásperas. Se o problema era a má conexão da peça, o Windows voltará a carregar normalmente. Caso a falha persista, possivelmente, a memória RAM possua algum problema de operação. O seu PC nem chega a finalizar o carregamento do Windows? Então faça o teste de memória com o Memtest para averiguar se o componente está funcionando corretamente.

Para as máquinas que permanecem ligadas por alguns minutos, o usuário pode usar alguns softwares para realizar essa verificação, como o Everest Ultimate Edition e o MemTest.

Aquecimento do processador

Outro componente bastante exigido na inicialização do sistema operacional é o processador. Assim como acontece na memória RAM, se o chip estiver mal conectado ou apresentar erro de funcionamento, o Windows não será carregado. Além do congelamento do procedimento, semelhante ao ocorrido com falhas do pente de memória, o superaquecimento do processador pode reiniciar a máquina constantemente.

Soluções possíveis

Antes de qualquer decisão precipitada, verifique se o processador está corretamente encaixado. As vezes por ele estar mau encaixado o PC não liga.

Caso o erro continue, você deve verificar a temperatura da peça. Essa informação pode ser encontrada pela BIOS.

O local no qual a temperatura do chip é exibida pode variar de acordo com a fabricante (geralmente é chamado de “Hardware Monitor”), mas com essas dicas você conseguirá navegar pelas opções da BIOS sem dificuldade. Cada dispositivo tem uma temperatura máxima aceitável. Procure a marca e modelo do componente instalado e pesquise no site do fabricante.

Se o superaquecimento do processador for confirmado, uma saída é trocar a pasta térmica do componente, a qual é responsável por dissipar o calor da peça durante sua operação. Com o tempo, essa pasta pode ressecar e perder sua eficiência.

Os programas Prime95 e FFT-z são sugestões para você testar o desempenho do seu processador, mas para isso, obviamente, o Windows precisa carregar completamente.

Arquivos do sistema corrompidos

Como mencionado anteriormente, o Windows precisa de diversos arquivos para inicializar todas as suas funcionalidades. Assim, se algum desses arquivos estiver corrompido, o sistema operacional não conseguirá ser executado. Em outras ocasiões, esse tipo de dano pode ocasionar a clássica tela azul – responsável por muita dor de cabeça.

A causa mais comum desse tipo de dano aos arquivos é a interrupção abrupta do fornecimento de energia. Por exemplo, quando o usuário desliga o PC puxando o cabo de força da tomada ou quando há uma queda de energia na rede elétrica.

Soluções possíveis

Essa é uma situação em que não existe qualquer ligação com o hardware do computador. O problema é unicamente virtual. Na maioria dos casos, nem mesmo o Modo de Segurança do Windows pode ser acessado. Com isso, não resta outra saída a não ser a restauração dos arquivos corrompidos.

A recuperação da integridade desses dados é feita pelo CD de instalação do sistema operacional, atentando-se para o fato de que a versão da mídia ótica deve ser a mesma do seu PC.

Quando o problema são os malwares

A ação de malwares que promovem a não inicialização do sistema operacional não é tão comum. Entretanto, se os procedimentos descritos até aqui não resolveram seu problema, essa hipótese não pode ser descartada.

Existem algumas pragas virtuais que podem fazer com que a máquina seja reiniciada ou alguns arquivos fundamentais para a operação do SO sejam acessados, ocasionando o aparecimento da temida tela azul da morte.

Soluções possíveis

Mesmo que o Windows seja inicializado, dificilmente esses vírus serão detectados na própria máquina. Contudo, você pode tentar acessar o Modo de Segurança do sistema e executar um antivírus confiável. 

Como segunda alternativa, sugerimos a utilização do Kaspersky Rescue Disk – um programa que após ser gravado em um CD bootável consegue rastrear ameaças no computador mesmo sem ele inicializar o SO.

Outra possibilidade é usar o Linux para remover os softwares invasores usando o Kurumin Portable por exemplo. Em último caso, você pode remover o disco de armazenamento da sua máquina e colocá-lo em outro PC, pelo qual você poderá fazer uma varredura mais eficiente.

Drivers desatualizados

Os drivers são softwares que funcionam como tradutores entre os componentes de hardware e o sistema operacional. Eles são responsáveis pela eficiência de comunicação dos dados entre essas partes. Devido a tal funcionalidade, os drivers podem ocasionar o mau funcionamento do Windows, apesar de isso ser mais raro.

Quando algum driver é instalado erroneamente (o software é de uma versão diferente da peça instalada), está desatualizado ou apresenta qualquer tipo de conflito com outros dispositivos da máquina, o Windows sofrerá as consequências – tornando-se lento, travando durante o uso, reiniciando ou interrompendo o seu carregamento.

Soluções possíveis

A primeira ação que você pode tomar é reinstalar os drivers de todos os componentes (placa-mãe, processador, placa de vídeo, de som e de rede, entre outros dispositivos). Alguns fabricantes enviam um CD acompanhando a peça adquirida. Todavia, é possível baixar os drivers no site das respectivas empresas.

Vale lembrar que o método mais seguro para atualizar esses softwares é pelo Modo de Segurança do Windows, já comentado neste artigo.

Medidas drásticas

Os procedimentos explicitados até este tópico são os mais relevantes para a restauração de falhas mais comuns. Se nenhum deles resolveu a dificuldade do Windows em inicializar, o seu problema pode ser mais sério: o sistema operacional pode ter sido avariado. Nesse caso, a última saída é a formatação do computador.

Leitura complementar

Manutenção de PCs: A BÍBLIA

Fonte:Fernando Daquino

Tags:,

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: