10 especificações importantes para a compra de um processador

processadoresConheça as principais características que devem ser avaliadas em uma CPU e compre o modelo certo.

Com os preços baixíssimos de computadores oferecidos por montadoras, o consumidor quase sempre opta pelo mais prático. Máquinas personalizadas estão cada vez mais raras, contudo, por mais opções e garantias que as montadoras ofereçam, nenhum computador pronto é exatamente o que o consumidor procura.

Acontece que as configurações prontas das montadoras dificilmente atendem a todas as exigências. Algumas vezes, falta uma placa de vídeo, outras o processador não é bem o que o usuário deseja. Claro, aqui consideramos apenas as montadoras mais comuns, excluindo aquelas que permitem ao consumidor escolher cada componente e que cobram absurdos pela montagem.

E para você, que assim como nós, ainda prefere ter o seu direito de escolha e abusar dos conhecimentos de informática, é que elaboramos este artigo. Separamos algumas dicas para você se lembrar das principais especificações que devem ser observadas na futura compra de uma CPU.

Fabricante

Acredite se quiser, a “marca” do processador é a primeira escolha que você deve fazer. Afinal, sem antes definir a fabricante que você prefere, não haverá como optar entre as demais especificações. Como você já deve saber, atualmente existem duas empresas que comercializam CPUs para o mercado doméstico, são elas: AMD e Intel.

IntelxAMD

Quando falamos de escolher a melhor, não há como definir apenas uma. As duas fabricantes possuem ótimos processadores, os quais fornecem diferentes características. Sendo assim, a escolha da marca é um pouco dependente dos demais fatores.

Caso você esteja pensando em comprar um produto de baixo custo, a AMD deve ser a opção mais sensata. Claro, recomendamos que você continue lendo o artigo, afinal, ao analisar outros fatores, pode ser que você encontre um modelo da Intel com valor muito próximo ao da concorrente.

Série

A segunda especificação que deve ser observada é a série da CPU. Atualmente, as fabricantes dividem as linhas de processadores em baixo, médio e alto desempenho. A Intel, por exemplo, oferece os seguintes modelos:

  • Intel Core i3 de segunda geração (recomendado para desempenho básico);
  • Intel Core i5 de segunda geração (indicado para tarefas intermediárias);
  • Intel Core i7 de segunda geração (ideal para quem deseja o máximo em jogos e vídeo).

Serie Intel

A AMD está prestes a lançar novos processadores, todavia, considerando os processadores disponíveis atualmente, podemos classificá-los da seguinte maneira:

  • AMD Athlon II X2 (indicado para usuários que desejam navegar na web);
  • AMD Athlon II X3 (recomendado para execução de arquivos multimídia);
  • AMD Athlon II X4 (ideal para games atuais e tarefas multimídia);
  • AMD Phenom II X2 (indicado para tarefas avançadas e jogos);
  • AMD Phenom II X4 (ideal para jogos de alta qualidade e edição de vídeos);
  • AMD Phenom II X6 (perfeito para quem utiliza aplicativos compatíveis com múltiplos núcleos e deseja alto desempenho).

Arq_AMD

Nota: nossas sugestões são básicas e não devem ser adotadas como regra. Para escolher a série ideal, pode ser interessante consultar os sites das fabricantes (a AMD, por exemplo, fornece um sistema para o usuário encontrar máquinas com processadores prontos para as tarefas que deseja realizar).

Soquete

Como estamos considerando uma montagem completa do computador, observar o soquete do processador é muito importante. Caso sua lista de componentes tenha começado pela placa-mãe, por exemplo, você deverá encontrar um processador adequado para ela.

soquete

Contudo, se a CPU é a primeira peça que você está escolhendo, pode ser que o soquete não seja um fator tão importante a ser considerado. Até porque, se você já escolheu alguma série de processadores, não terá muita opção para escolher o soquete, visto que tal detalhe faz parte de cada linha de CPUs. Atualmente, os processadores usam os seguintes soquetes:

  • AMD AM3;
  • Intel LGA 1155.

Arquitetura

A arquitetura dos processadores nem sempre é uma especificação que vai determinar a escolha do processador que o usuário vai adquirir. Cada modelo já tem uma arquitetura interna e não há como obter outro modelo idêntico com arquitetura diferente.

Arquitetura

Sendo assim, pesquisar sobre a arquitetura pode ser interessante para saber sobre as tecnologias compatíveis com o processador, o tipo de memória adequado e outros detalhes. As principais arquiteturas utilizadas nas CPUs atuais são:

  • K10 (Phenom II X4 e Phenom II X6);
  • Sandy Bridge (Intel Core i3, i5 e i7 de segunda geração).

Quantidade de núcleos

Ao comprar um novo processador, observar a quantidade de núcleos é importantíssimo. No caso dos processadores Intel, essa tarefa é um pouco irrelevante, pois fica claro que um Intel Core i7 de quatro núcleos é mais forte que um Intel Core i5.

nucleos

Todavia, ao comprar um AMD, a análise pode ser um pouco mais complexa (visto que há duas linhas de processadores). Abaixo listamos alguns processadores e as respectivas quantidades de núcleos:

  • AMD Athlon II X2 250 (2 núcleos);
  • AMD Athlon II X3 425 (3 núcleos);
  • AMD Athlon II X4 630 (4 núcleos);
  • AMD Phenom II X2 545 (2 núcleos);
  • AMD Phenom II X3 720 (3 núcleos);
  • AMD Phenom II X4 955 (4 núcleos);
  • AMD Phenom II X6 1090T Black (6 núcleos);
  • Intel Core i3-2100T de segunda geração (2 núcleos);
  • Intel Core i5-2390T de segunda geração (2 núcleos);
  • Intel Core i5-2500K de segunda geração (4 núcleos);
  • Intel Core i7-2600K de segunda geração (4 núcleos).

Frequência

Para muitos consumidores, a única especificação que importa é a “velocidade” do processador. O que muitos chamam de velocidade é, na verdade, a frequência da CPU (também conhecida como clock). Apesar de ser muito importante, a frequência nem sempre determina tudo o que um processador é capaz de fazer.

É possível ter um modelo de alto desempenho que opera em determinada frequência e outro de baixo rendimento que use o mesmo clock. Nem por isso eles são idênticos, afinal, existem outros fatores (que estão citados acima e abaixo desse tópico) que definem o desempenho da máquina.

frequencia

Claro, se considerarmos a análise de processadores de uma mesma série, a frequência é uma especificação fácil de ser analisada. Quanto maior a frequência, maior a quantidade de cálculos que será realizada.

Memória cache

A memória cache é quase um divisor de águas quando falamos de processadores AMD. A diferença entre as linhas AMD Athlon II e AMD Phenom II é notável quanto a essa especificação. Veja uma comparação entre dois processadores dessas linhas:

  • O AMD Phenom II X4 965 tem 6 MB de memória cache L3;
  • O AMD Athlon II X4 630 tem 2 MB de memória cache L2.

Se comparássemos apenas a quantidade de memória, já seria fácil notar que as CPUs da linha AMD Phenom II X4 são capazes de trabalhar com maior quantidade de dados. Todavia, ainda devemos observar que os processadores AMD Athlon II X4 não têm o nível L3 de memória cache, o que significa que eles devem apresentar menor desempenho. Veja mais informações no site oficial:

Para processadores Intel o mesmo  argumento é válido. Entretanto, todas as CPUs Intel Core i de segunda geração já vêm com memória cache de nível L3, variando apenas a quantidade. Fica fácil comparar um i7, que traz 8 MB, com um i5 que vem com 6 MB e com um i3, que conta com apenas 3 MB. Confira todos os detalhes dos processadores Intel:

Nanotecnologia

Talvez a nanotecnologia de construção não seja uma especificação realmente relevante na hora de decidir entre um processador e outro. Todavia, considerando que no mercado brasileiro existem CPUs das gerações atuais e das anteriores, fica fácil confundir os modelos. Se observarmos a nanotecnologia de construção, fica fácil identificar qual o processador mais recente.

A regra é básica: quanto menor a nanotecnologia, mais novo e, possivelmente, melhor é o processador. Tal regra é bem fácil de ser compreendida se compararmos os atuais Intel Core i com os antigos. A linha baseada na arquitetura Nehalem tinha nanotecnologia de 45 nm. A série Intel Core i de segunda geração, baseada na arquitetura Sandy Bridge, tem nanotecnologia de 32 nm.

TDP

Caso você não saiba o que é o TDP, recomendamos que leia nosso artigo “O que é o TDP de um processador?”. A especificação de TDP raramente é observada, visto que muitos usuários pensam que isso tem relação apenas com a quantidade de energia gasta.

TDP

Apesar de estar diretamente relacionado, o TDP também serve para que o usuário fique atento na hora de escolher um cooler para refrigerar o processador. Sendo assim, adquirir um processador de baixo TDP é interessante, visto que ele deve esquentar menos e ter um desempenho melhor.

Chip gráfico

A linha de processadores Intel Core i de segunda geração já vem com chips gráficos embutidos. A CPU agora também é responsável pelo processamento básico de parte dos jogos e vídeos, o que significa que o usuário deve estar atento para o chip que vem no processador. A lista de GPUs embutidas nos modelos atuais da Intel é a seguinte:

  • Intel Core i3 de segunda geração (Intel® HD Graphics 2000);
  • Intel Core i5 de segunda geração (Intel® HD Graphics 2000);
  • Intel Core i7 de segunda geração (Intel® HD Graphics 3000).

Atualmente, os novos processadores da AMD ainda não chegaram ao Brasil. Todavia, em questão de semanas ou meses eles estarão marcando presença em nosso mercado. Portanto, também é importante espiar essa especificação na hora de adquirir um dos novos modelos da AMD. Confira alguns chips gráficos que estarão presentes nos processadores AMD Serie A:

  • AMD A6 (AMD Radeon HD 6530D);
  • AMD A8 (AMD Radeon HD 6550D);

 

Fonte:Fabio Jordão

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: