Pequenos e médios empresários devem optar pelo Home Office?

home office Essa nova forma de estruturar as empresas está cada vez mais comum. Descubra se é uma opção viável e recomendável para seu negócio.

Pesquisa realizada pela ONG Market Analysis revelou que 23% dos funcionários de empresas privadas atualmente trabalham diretamente de suas casas. Esse levantamento de dados indicou que as microempresas são as que mais se utilizam do trabalho virtual. Aqui no Brasil, o número de trabalhadores já chega a 39 milhões.

A Virtua Call, empresa de call Center fundada em 2007, adotou esse sistema de funcionamento e atualmente conta com mais de 60 funcionários, todos trabalhando de suas casas, que são monitorados por um supervisor, também diretamente se sua residência, usando um software específico para tal função.

Alguns dos motivos que impulsionam cada vez mais esse novo sistema de organização empresarial são os adventos da tecnologia, como a internet 3G e os smartphones. O trânsito nas grandes cidades também é um fator determinante nessa questão. “Quando o funcionário não tem o stress do trânsito, por exemplo, e está confortável em sua casa, ele fica muito mais produtivo”, comenta Maiti Junqueira, consultora responsável pela área de coaching e desenvolvimento da consultoria Across.

Mas, antes de optar por mandar todos os seus funcionários para casa, deve-se pensar no lado negativo, como o aumento da dificuldade de gestão, falta de controle das horas trabalhadas. Para não passar por esse tipo de problema, o jornalista Carlos da Cruz Pimentel contrata apenas profissionais freelancer: “Optamos por isso por causa do custo. Contrato pessoas para realizarem trabalhos pontuais para mim, Jobs. Como minha empresa é de produção cultural, fazemos ações pontuais. Para esse sistema funciona muito bem”, conta ele.

Mas nem tudo são rosas. Microempresários que optam pelo Home Office encontram algumas limitações no seu dia-a-dia, “Nós optamos por montar nosso escritório em casa por causa do custo, que é consideravelmente menor, mas uma das limitações que enfrentamos é o fato de não podermos trazer nossos clientes aqui. Além de não pegar bem, são pessoas estranhas entrando na nossa casa”, explica Carlos Pimentel.

Porém, esse sistema não funciona para qualquer tipo de pessoa, seja o proprietário da empresa, seja um funcionário. “Apesar de ter mais liberdade, é preciso ser uma pessoa muito organizada. Ter disciplina e responsabilidade”, comenta Carlos Alberto, profissional autônomo que há 3 anos trocou a multinacional onde trabalhava para tocar seu próprio negócio em casa. Outro problema, como relata Carlos, pode ser a falta de rotina de trabalho “Às vezes nem percebemos, mas acabamos trabalhando mais horas por dia. Trabalhamos nos finais de semana…”.

Em muitos casos a melhor escolha não é o “home office”, e sim um misto, um pouco na empresa, um pouco em casa. O importante é encontrar a medida em que o funcionário produza melhor, seja em casa, no escritório, ou em qualquer outro lugar. Esse é o caso de Maiti: “Atualmente eu trabalho nesse esquema. Fico em casa, mas sempre que há necessidade vou à empresa. Para mim é o ideal”.

Dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), apontam o home Office como responsável pela melhoria na produtividade dos funcionários de empresas de 20% e 100 %, e isso pode ser explicado pelas seguintes razões: em casa o funcionário não é interrompido, o que garante mais concentração e, portanto, maior rendimento; maior motivação e satisfação no emprego; maior dedicação e ânimo, devido à eliminação das perdas de tempo e das frustrações que supõem os trajetos do domicílio até o trabalho. “Algumas empresas não precisam contar com o funcionário ali. Essa é uma alternativa super viável, por uma questão de economia do empresário, e conforto do funcionário”, conclui Maiti

Fonte:Camila Hungria

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: