Servidores de disco, comuns no ambiente corporativo, chegam ao mundo doméstico

Servidores de disco, comuns no ambiente corporativo, chegam ao mundo domésticoEspaço em disco é algo que parece sempre faltar. Para suprir essa necessidade vieram os discos ópticos, mas os DVDs já parecem pequenos e mídias de blu-ray e gravadores ainda são relativamente raros, além de pouco flexíveis. Os discos rígidos externos tornaram-se uma boa opção, onde existem bons modelos de até 500GB. Mas o compartilhamento de arquivos por esse tipo de mídia numa pequena rede doméstica ainda não é o ideal. Uma solução que existia no mundo corporativo e agora já pode ser uma realidade em menor escala são os servidores de disco, que ficam ligados à rede por cabo.

O Netgear Stora é um desses produtos. Ele é, literalmente, uma caixa preta, que traz espaço para dois discos rígidos. Apenas uma das baias vem ocupada por um HD de 1 terabyte, mas a outra baia pode ser ocupada por um disco de mesma capacidade. De qualquer forma, ela só pode ser usada para o espelhamento de dados e indicado para quem pensa mais em segurança.

A instalação do produto é relativamente fácil. Basta seguir o passo a passo do folheto e CD que acompanham o pacote. No final, você terá um endereço que permite o acesso ao Stora a partir de qualquer computador da rede. Mas ele vai muito além de um simples disco externo, é possível exibir e gerenciar arquivos através de um sistema bastante intuitivo.
Documentos, músicas, fotos e vídeos possuem pastas pré-definidas, que permitem a visualização em caso de imagens e até slideshows. O upload de arquivos para o disco pode ser feito individualmente ou por uma ferramenta que permite arrastar tudo para dentro do disco (drag-and-drop).

Servidores de disco, comuns no ambiente corporativo, chegam ao mundo domésticoO software interno permite criar diferentes usuários e definir o tipo de permissão de acesso ao disco que cada um deles terá. Assim um álbum de fotos pode ser criador pela mãe, por exemplo, mas visualizada por toda a família, que poderá baixar localmente as fotos, mas não terá permissão de alterar ou apagar a imagem no servidor de arquivos.
Um pequeno conjunto de ferramentas pode ser instalado. Esses programas auxiliam no backup do Windows, mapeando a unidade que está na rede. Outro software permite o acesso direto ao disco, sem passar pela interface de gerenciamento, que às vezes pode atrapalhar quem quer usar o disco para atividades corriqueiras.

Um último recurso é uma porta USB onde pode ser conectado um pendrive ou até mais um disco externo. A Netgear comercializa duas versões (com e sem disco), que custam R$ 999 e R$ 699, respectivamente.

Fonte: Olhardigital

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: