Archive | fevereiro 2011

Lançado Service Pack 1 para Windows 7 e Server 2008 R2 em versão final

Service Pack 1 para Windows 7 A Microsoft liberou a versão final da primeira grande correção para a linha Windows 7 e Windows Server 2008 R2. Esta não é uma atualização “revolucionária” como foram o SP2 para o XP e o SP1 para o Vista, trata-se mais de um release apenas “evolucionário”, assim como foi o SP3 para o Windows XP. Mesmo não trazendo nada de muito diferente ou inovador, a nova versão deve ser instalada o quanto antes em nome da segurança do computador, mas é preciso ter paciência. São quase 2 GB a serem baixados pela internet, o download requer um Windows original e o processo todo demora 2 horas ou mais, entre outros detalhes mostrados abaixo:

Leia Mais…

Anúncios

Corpo técnico de TI atualizado com pouca verba de treinamento,é possível?

Corpo técnico de TI atualizado com pouca verba de treinamento,é possível?Um cenário muito comum que o Gestor de TI se depara, é aquele em que o usuário final, na pesquisa de satisfação anual ( ou semestral, trimestral,…) detecta que o corpo técnico que atua no suporte está muito deficiente. E olhando os relatórios de atendimento, vê que os tempos de atendimentos em casos aparentemente simples têm aumentado dia após dia.

Nos casos complexos, nem se fala. São reclamações de todos os lados. Ele, o gestor da área, sabe o que fazer: treinar mais sua equipe. Vai a Diretoria, pede que a verba de treinamento aumente ou até mesmo que exista e recebe um pedido de compreensão, pois a verba de treinamento não pode ser aumentada (e alguns casos será diminuída no próximo ano). O que fazer para resolver esta situação?

Muitas empresas multinacionais e nacionais, já adotam um sistema de treinamento que pode ajudar nosso pobre gestor mencionado acima.

Supomos que uma equipe de 30 pessoas, divididas em 3 áreas : Sistemas Operacionais, Aplicações e Armazenamento. E assim distribuídos: 12 pessoas na área de Sistemas Operacionais, 13 na de aplicações e 5 na área de Armazenamento (o que chamamos de “Storage”). Treinar  este pessoal todo, seria economicamente inviável, pois estes treinamentos são realmente muito caros. Então com a observação do gestor e com uma providencial ajuda do RH, são escolhidas, uma ou mais pessoas em cada grupo e são eleitas como “multiplicadoras” de aprendizado. Onde elas farão os cursos necessários para a área e então passarão todo o ensino aos demais. Com isso, o custo do treinamento ficará bem mais acessível e a necessidade de manter a equipe atualizada será atendida e refletida nos relatórios vindouros.

Leia Mais…

Ferramentas: Novos produtos para profissionais de TI

Ferramentas Novos produtos para profissionais de TI As ferramentas na caixa de ferramentas deste mês podem ajudá-lo a manter o controle de seus scripts e atualizações, ajudá-lo a proteger conexões de área de trabalho remotas, assim como ajudá-lo a análise comparativa novo hardware.

Você está, sem dúvida, escrevendo scripts para ajudá-lo a gerenciar sistemas e automatizar as tarefas para manter sua empresa funcionando sem problemas. Como é você manter o controle desses scripts, embora? Como você está controlando o histórico de alterações que você fez para esses scripts? E como você gerenciar o acesso a esses scripts? Você poderia usar um sistema de arquivo NTFS padrão juntamente com listas de controle de acesso especial (ACLs) e uma estrutura de pastas para controlar versões, mas é onde controle de origem deve realmente entram em jogo.

Você tem um número de origem controle opções lá fora, incluindo Microsoft Team Foundation Server. Se você estiver usando o sistema aberto de controle de versão Subversion, você poderá considerar o open source e free Windows TortoiseSVN front-end.

Leia Mais…

Microsoft Forefront: Protegendo grupos de trabalho com o Forefront

Microsoft Forefront Protegendo grupos de trabalho com o Forefront A conectividade gera colaboração, mas também pode gerar risco e exposição. Você pode configurar seus operadores em um grupo de trabalho a ainda protegê-los, assim como os dados e a rede corporativa, com o Microsoft Forefront Threat Management Gateway (Forefront TMG) 2010.

Embora geralmente considerado um conjunto de aplicativos de classe empresarial desenvolvido para ser usado em um ambiente do Active Directory, não é absolutamente necessário implantar o Forefront no Active Directory. Você pode efetivamente implantar o Forefront TMG em algumas topologias diferentes, com várias finalidades.

Em um ambiente de grupo de trabalho, você irá configurar o Forefront TMG no perímetro de rede, para que ele possa inspecionar os pacotes HTTP e HTTPS de entrada para verificar a existência de conteúdo malicioso. Ele também pode ser usado para filtrar os tipos de sites visitados pelos seus usuários.

Leia Mais…

Uma introdução à segurança no Windows 7

Uma introdução à segurança no Windows 7 O Windows Vista introduziu uma variedade de novas tecnologias de segurança que tiveram um impacto significativo no ecossistema do Windows. O Controle de Conta de Usuário tornou claro que a Microsoft queria facilitar para os usuários executarem o Windows sem estarem no grupo de Administradores. O BitLocker introduziu a criptografia total da partição para o cliente do Windows. O modo protegido do Internet Explorer ajudou a tornar a navegação na Internet uma experiência mais segura.

No Windows 7, a Microsoft continuou seu investimento em segurança adicionando novas tecnologias, bem como melhorando muitas das tecnologias introduzidas no Windows Vista. Neste artigo, fornecerei uma visão geral dos novos recursos de segurança e aprimoramentos que você encontrará no Windows 7.

Windows Framework biométrica

O Windows Vista obteve um novo desenho através da experiência do Winlogon. Essa experiência removeu a infra-estrutura do GINA (Graphical Identification and Authentication – Identificação e Autenticação Gráficas) e adicionou o modelo de extensão do Provedor de Credenciais. A infra-estrutura do Provedor de Credenciais era um conjunto de interfaces que permitia consistência quando terceiros estendiam a experiência do usuário quando estes inseriam suas credenciais; e se integra à comum caixa de diálogo de Credenciais do Windows.

Leia Mais…

Cloud Computing, Migrar ou não?

Cloud Computing, Migrar ou não?Primeiramente temos que entender o que é Cloud Computing ou computação em nuvem.

O termo refere-se à idéia de utilizarmos, independente de plataforma, as mais variadas aplicações através da internet, como se estes estivessem instalados em nossos próprios computadores.

Existem 3 (três) tipos de Cloud Computing:

• Public Cloud
• Private Cloud
• Hibrid Cloud

Neste artigo vamos dar prioridade e detalhar o Private Cloud.

O mercado atual, dentro do conceito de centralização de aplicativos e compartilhamento das informações de forma segura, têm investido em tecnologia da informação (Ti) com a finalidade de melhora na qualidade e no controle de seus serviços, diminuição do TCO (Custo total de propriedade) e obtenção mais rápida do ROI (retorno de investimento). Assim o Cloud vem para ajudar a atender estas premissas.

Leia Mais…

ONCursos e MX Cursos se uniram

mxcursos As empresas Oncursos e Mxcursos estão se unindo para oferecer melhores cursos para você, não só referente a qualidade como também na diversidade. As duas empresas, Oncursos e Mxcursos  possuem um único objetivo: proporcionar qualidade de ensino aos seus clientes.

A OnCursos está sempre unida a modernidade e a praticidade. Assim, foi feita para as pessoas que não querem e não podem perder tempo, pois como já diz o velho ditado “Tempo é dinheiro”. O mundo está cada vez mais veloz, tanto tecnologicamente como também na vida das pessoas, assim, manter-se sempre na lucratividade não é uma tarefa fácil. Com a Tecnologia da Informação surgiu também uma nova modalidade de ensino e aprendizado, que destaca-se pela eficiência e maior comodidade. O aluno possui a oportunidade de estudar em seus horários livres, fazendo uso da Internet em sua casa ou mesmo escritório.

Leia Mais…

%d blogueiros gostam disto: