Inclua gestão profissional na lista de resoluções de Ano Novo

Gestaoprof Combinar habilidades técnicas com experiência em gerenciamento de projetos e atitudes corretas pode garantir a empregabilidade.

Ano novo, vida nova. As resoluções para 2011 passam normalmente por questões pessoais. Mas é sempre bom não deixar de incluir também cuidados com a carreira.

Invariavelmente, quando o assunto passa a ser a intenção de aprimorar a vida profissional, acaba se resumindo no desejo por melhor salário, atribuições mais expressivas, etc… Questões relacionadas diretamente com passos corretos a dar para impulsionar a vida profissional de maneira qualificada e consistente.

Conheça alguns deles:

1. Calcule o retorno

É importante que os seus objetivos estejam alinhados às políticas da empresa em que trabalha. Só assim você estará em condições de seduzir os gestores, seus superiores e sua equipe de trabalho. Componha um elenco de operações de curto e de longo prazo que sejam interessantes no ponto de vista econômico da empresa. Operações que resultem em ganhos maiores e agreguem valor ao negócio da corporação são as mais indicadas nesse caso. Na descrição dos projetos, experimente evidenciar que o retorno sobre o investimento se dá, inclusive, na experiência que os participantes do projeto ganham ao tomar parte nessas iniciativas.

Calcular essa forma de retorno sobre o investimento de maneira mais profunda ajuda, inclusive a determinar de que forma novos investimentos em tecnologia são algo realmente útil na tentativa de assumir uma posição de liderança no segmento de TI. Ganho de tempo, de dinheiro, qualificação da equipe e satisfação do consumidor são argumentos que ajudam qualquer projeto a ganhar vida.

2. Monitoramento

É claro que dinheiro interessa. E, em época de economia mundial enfraquecida, essa regra é mais importante que tudo. Saber onde fazer os cortes de custo é uma decisão difícil, ainda mais quando não se sabe quais são os pontos críticos. Saiba transmitir ao seu chefe a noção exata do que você vê e como enxerga a alocação de verbas nos projetos essenciais. Assim você estará falando na língua deles. Para conferir à sua exposição maior robustez, sugere-se que exiba pontos adicionais de economia dos recursos da empresa sem enfraquecer muito os resultados.

3. Redefina a agenda

Ao observar o ano que termina e quiser planejar o período seguinte, vale a pena atentar para a execução do  cronograma. Se foi obrigado a promover muitas alterações ou atrasos, é chegada a hora de reorganizá-lo. Descubra o que ocasionou essas discrepâncias. Mudanças no cenário da concorrência, escassez de recursos ou planejamento utópico são as causas mais frequentes desse tipo de ocorrência. Sugestão: crie metas intermediárias. Algo parecido com o tempo parcial de uma volta em corridas de carros. Ao perceber que algo ameaça o cumprimento do prazo estabelecido, busque reforços e reorganize o prazo definido para entrega final. E nunca, mas nunca mesmo, trabalhe sem uma boa margem de tempo para a entrega.

4. De que recursos você dispõe?

A percepção geral acerca de documentos é a de que ocupam espaço precioso e de que a sua leitura é cansativa. Não raramente essa percepção deturpa o real valor dos documentos. Gerir um projeto é semelhante a garimpar um leito de rio atrás do vil metal. Cada pepita é um aglutinado de informações valiosas para a empresa e para os membros da equipe. O histórico dos projetos guarda essas pepitas. Examine a documentação e aprenda sobre alocação de recursos, planejamento do cronograma, onde o projeto deu certo e onde falhou. A série de questionamentos é complementada por informações sobre custo de geração e realização do projeto.

Exponha esses pontos em sua próxima apresentação e some pontos para a empresa, iluminando o caminho para futuras iniciativas.

5. Qualifique-se

Empresas costumam avaliar as qualificações necessárias aos seus funcionários na hora de prever seus próximos passos, sempre voltadas ao crescimento. Qualificação constante é a regra dourada nesse caso, em que “ser bom” está longe de ser suficiente. Lembre-se: a gestão de projetos é a habilidade de ligar as coisas, de auxiliar e de enfrentar desafios.

Fonte:  ComputerWorld/EUA

Tags:,

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: