Integrador de automação residencial: conheça uma das carreiras quentes em TI

Integrador de automação residencial: conheça uma das carreiras quentes em TIMuitos dos recursos de residências que antes pareciam ficção científica hoje são realidade. Já é possível ligar equipamentos à distância, programar o horário da irrigação do jardim, fechar cortinas, acionar o alarme por telefone, controlar a câmera de segurança pela internet, entre outros recursos. Com o grau tecnológico atual, quase não há limites para a automação.

Para juntar tantos recursos e centralizar sua administração, um novo profissional passa a ser muito requisitado: o integrador de automação residencial. Há poucas empresas brasileiras na área, mas a demanda por este tipo de serviço cresce exponencialmente.

Segundo Robert Andrade, analista da consultoria Robert Half, os profissionais da área são aqueles que possuem o raciocínio lógico como destaque, pois acaba tendo de buscar informações diversas em manuais, analisar muitas documentações e encontrar a melhor forma de integrar soluções. “Programadores e desenvolvedores podem se destacar na área. Profissionais de engenharia e arquitetura também têm ótimas chances de ganhar este mercado”, afirma.

Não há um roteiro específico para se buscar formação. O profissional que pode se dar bem é aquele que gosta da área, fica muito antenado com relação à novos lançamentos e que mantém um grande conhecimento sobre as melhores soluções com base na compatibilidade.

Conheça um integrador de automação residencial
José Roberto Muratori é um engenheiro de produção que abriu sua própria firma de automação residencial com uma sócia arquiteta. O profissional atuava na área em que se graduou, mas migrou de área após enxergar o potencial de crescimento da automação residencial.

Muratori afirma que é preciso conhecer profundamente as soluções disponíveis e acompanhar atentamente o mercado para saber dos melhores lançamentos de produtos. “Não preciso ser especialista em equipamentos determinados, mas preciso conhecer o suficiente para integrar em um sistema único e eficiente”, afirma Muratori.

O profissional acrescenta que estruturar um plano passo-a-passo no papel ajuda muito no momento de pensar nas melhores soluções. “Todo o trabalho da automação residencial começa em um projeto muito bem feito. Sem projeto, é impossível haver uma implementação com qualidade”.

Muratori aposta em um desenvolvimento muito rápido do mercado, já que alguns países estão muito a frente neste setor. O profissional afirma que a decolagem depende de projetos de construção civil que já prevejam a automação, barreira que já começa a ser vencida nos lançamentos mais modernos.

Fonte: Rodrigo Afonso – Computerworld

Anúncios

Tags:, ,

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: