Profissionais de TI entre os mais difíceis de se achar no mundo

Profissionais de TI entre os mais difíceis de se achar no mundoA falta de mão-de-obra especializada no mercado de trabalho é um fenômeno que não atinge só o Brasil e muito menos é característica somente da área de TI, onde atuamos. Aliás, nada que a mídia em geral não esteja cansada de divulgar por aí. Porém, que tal conhecer, dentro da grande demanda do mercado por profissionais especializados,  os mais difíceis de procurar do mundo e especificamente no Brasil?

É esta a pesquisa realizada pela consultoria  Right Management, especializada em gestão de carreira e que possui mais de 300 escritórios distribuídos em mais de 50 países ao redor do mundo.

Segundo o Globo.com

De acordo com a consultoria, são eles, em ordem de dificuldade:
1 – Trabalhadores qualificados (profissionais que têm, ao mesmo tempo, qualificação e experiência em determinada área como  tecnologia, web designers, enfermeiros e médicos, especialistas em biotecnologia, advogados com conhecimento em leis trabalhistas e administradores especializados em e-commerce).
2 – Representantes de vendas
3 – Técnicos (várias áreas)
4 – Engenheiros (várias áreas)
5 – Profissionais de contabilidade e finanças
6 – Operadores de produção
7 – Secretários e assistentes pessoais
8 – Executivos de administração
9 – Motoristas
10 – Operários

No Brasil, a mesma pesquisa indica a seguinte ordem:
1 – Técnicos (várias áreas)
2 – Trabalhadores qualificados
3 – Operadores de produção
4 – Secretários e assistentes pessoais
5 – Operários
6 – Engenheiros (várias áreas)
7 – Motoristas
8 – Profissionais de contabilidade e finanças
9 – Profissionais de tecnologia da informação (TI)
10 – Representantes de vendas

Outro resultado da pesquisa apresenta a dificuldade de preencher uma vaga de trabalho no Brasil com 64% de chances de ocorrer enquanto que a média mundial é 31%. Ou seja, confirma-se o problema crônico de falta de profissionais qualificados no Brasil, ao menos segundo o independente instituto de pesquisa . Outro ponto a considerar é que há várias profissões voltados para geração de infraestrutura e produção direta na lista brasileira e TI configura-se ao menos entre as 10.

Os grandes desafios da Copa do Mundo e Olimpíadas no Brasil, somados ao ritmo de crescimento razoável da economia ajudam a agravar a situação nesse sentido. Enquanto o governo pouco faz pela educação (fui otimista?) você pode tirar proveito se qualificando um pouco mais e assim brigar por melhores cargos, salários e condições de trabalho.

A área de TI continua mais quente do que nunca e o cenário que apresentamos não dá mostras de que isso vá mudar nos próximos anos. Ruim para o Brasil, “mal educado” por cultura, bom para os poucos que têm a oportunidade e se aventuram na dinâmica, estressante e fascinante área de TI.

Fonte: Globo.com

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: