Passos fundamentais em um sistema de automação

Sistema de AutomaçãoUm sistema de automação bem planejado e instalado pode fazer funcionar melhor não apenas o seu sistema de áudio e vídeo, mas todos os equipamentos da casa. E pode ainda ajudar a economizar energia. Esta é a conclusão unânime dos especialistas que entrevistamos, entre fabricantes, projetistas e instaladores, cujas recomendações são essenciais para quem quer adotar esse tipo de comodidade.

O segredo, dizem eles, é planejar um sistema que atenda todas as necessidades da casa, hoje e no futuro. A maioria dos sistemas atuais pode trazer os benefícios que o usuário deseja, mas alguns detalhes de projeto são essenciais para tornar o trabalho mais fácil e permitir uma interação mais agradável com as pessoas que irão utilizá-lo.
A seguir, listamos os dez pontos considerados fundamentais no processo (e não em ordem de importância):

1. INTEROPERABILIDADE
A beleza de um sistema de automação está na sua capacidade de conjugar diversos aparelhos e recursos eletrônicos de forma que possam funcionar como um conjunto unificado. Chegar a isso pode ser simples ou complexo, dependendo daquilo que tecnicamente é chamado de "arquitetura aberta". Quanto mais aberto é um sistema, mais fácil será integrar os recursos de iluminação, segurança, comunicação, áudio e vídeo, assim como termostatos, cortinas motorizadas etc. Um bom exemplo: você está saindo de casa e, ao apertar no painel de parede a tecla "Goodbye", as luzes se apagam e o ar-condicionado se desliga. Um sensor de movimento identificou que você estava deixando o ambiente e acionou automaticamente as partes do sistema.

Para dar suporte à interoperabilidade entre múltiplos recursos eletrônicos, os fabricantes costumam formar parcerias que facilitem a conectividade. Por exemplo, a empresa HAI (Home Automation Inc) se uniu a cerca de 40 fabricantes para garantir que seu sistema Omni possa se comunicar com outros equipamentos – incluindo iluminação, irrigação e áudio multiroom – de tal modo que o usuário nem percebe essa integração.

Sistema de Automação

Outra maneira de estimular a interoperabilidade é a adesão a padrões tecnológicos já estabelecidos. A Control4, por exemplo, embutiu o protocolo Zigbee de comunicação sem fio em seus produtos de automação, para permitir que se integrem com outros equipamentos complementares. E quanto mais parceiros uma empresa tiver nesse campo, quanto mais padrões puder adotar, mais chances terá de encontrar consumidores para seus produtos. "É isso que permite ao instalador indicar aos seus clientes soluções completas, que se complementem", diz Bill Charney, da Advanced Home Audio, empresa de projetos sediada em Connecticut.

2. ACESSO REMOTO
"Automação significa ter o poder de controlar as coisas na sua casa", resume Jay McClellan, presidente da HAI. "E parte desse poder reside em ser capaz de mudar as configurações rapidamente e facilmente, se esse for o desejo ou a necessidade do usuário". Isso é mais comum do que parece. Os planos e as necessidades mudam, por exemplo, quando você está fora de casa. É importante, nessa hora, poder se comunicar remotamente com seu sistema de automação, e isso hoje é um dos recursos mais procurados pelos instaladores.

Sistema de Automação

O acesso remoto permite ao morador monitorar todos os ambientes de sua casa e, a distância, alterar as configurações de luz, energia e temperatura – tudo a partir de seu laptop, celular ou iTouch. McClellan acha até que esse serviço deveria ser oferecido gratuitamente aos usuários. "Por que pagar 30 dólares por mês para acessar sua rede de automação se você já está pagando pela conexão de banda larga"? pergunta ele.
Além de tudo, o acesso remoto permite que o instalador ajuste o sistema sem ter que necessarianente ir até o local, o que é mais barato e muito mais prático.

3. CAPACIDADE DE EXPANSÃO
Daqui a cinco anos, muito provavelmente sua rotina diária doméstica será diferente da atual. Além disso, a tecnologia continuará evoluindo, com novas gerações de produtos. Você talvez queira ampliar sua casa, ou mudar-se para uma maior, e precisará de uma rede também ampliada. Ou fazer um upgrade no seu equipamento. Seja qual for a situação futura, é importante que seu sistema de automação atual possa ser expandido verticalmente (incorporando novos produtos) e horizontalmente (acrescentando mais áreas da casa). Os fabricantes podem dar suporte a essa expansão, com produtos que "falam a mesma lingua" – o protocolo da internet (IP) – e mesmo soluções sem fio que sejam compatíveis com os equipamentos cabeados atuais.

4. ATUALIZAÇÕES
Telas touchscreen e painéis luminosos podem ser bonitos, mas o mais importante num sistema de automação é aquilo que você não vê. O que faz tudo funcionar é o software, e quanto mais sofisticado for este mais coisas o sistema poderá executar. Antes de comprar qualquer sistema, certifique-se de que o fabricante ofereça atualizações de software constantemente, e que seu instalador seja capaz de entendê-las e colocá-las em prática.

5. INTERFACES VARIADAS
Existem várias formas de controlar os sistemas eletrônicos de uma casa: apertando botões num controle remoto ou num painel de parede, tocando nos ícones de telas touchscreen, passando os dedos pela telinha do iTouch ou de um celular… Dependendo de seu orçamento, suas preferências e dos hábitos da família, você pode quer ter diversos controles à mão (aliás, diz McClellan, é o que todo mundo prefere). Portanto, verifique se o fabricante de seu sistema oferece interfaces variadas.

6. O TESTE DO TEMPO
Ninguém (com exceção talvez dos chamados early-adopters, que experimentam de tudo) gosta de ser cobaia. Portanto, é bom escolher um sistema que já tenha passado pela prova do uso contínuo. O mesmo, por sinal, vale para a escolha da pessoa que irá projetar e instalar o equipamento. Procure um profissional ou uma empresa que já tenha vários anos de experiência em automação residencial e que trabalhe com marcas respeitadas (hoje em dia, isso é fácil de descobrir acessando seus respectivos sites na internet).

7. REDE CREDENCIADA
"Não basta ter um bom equipamento", adverte Jeff Singer, da Crestron, um dos principais fabricantes de sistemas de automação do mundo. "É fundamental ter também um instalador credenciado e bem treinado". Os bons fabricantes sabem disso e procuram criar redes de revendedores e instaladores certificados, aos quais oferecem treinamento e suporte técnico. Para o consumidor, é importante poder escolher entre dois ou mais revendedores. Quando mais de uma empresa oferece um produto em determinada região ou cidade, o preço se torna mais competitivo. E, caso uma delas saia do mercado, o usuário terá outra a quem recorrer. "Uma medida interessante é solicitar ao projetista uma cópia do projeto", recomenda Eric Smith, da Control4. "Isso dá maior segurança ao consumidor, que assim poderá guardar toda a documentação necessária para a eventualidade futura de ter que contratar outro profissional".

8. ECONOMIA DE ENERGIA
Um dos aspectos mais importantes da atualidade, o consumo de energia também é contemplado nos projetos de automação. Os melhores sistemas oferecem sempre algum tipo de controle automático, que desliga os equipamentos após determinado período sem uso; alguns fazem isso melhor do que outros. Verifique esse detalhe na hora de escolher o seu sistema.

9. PROTEÇÃO DA REDE
Todo mundo se pergunta o que acontece com uma casa automatizada quando acaba a energia. Será que o sistema "esquece" de acionar as luzes quando volta a força? Se o sistema de automação tiver um backup apropriado, todos os equipamentos estarão protegidos e vocês não precisará se preocupar quando isso acontecer.

Sistema de Automação

10.PROJETO SOB MEDIDA
Vale tanto para instalador quanto para fabricante: a automação só é benéfica quando se ajusta ao estilo de vida do usuário. Como o estilo de vida é diferente para cada pessoa ou família, o fabricante deve fornecer ao instalador as ferramentas necessárias para executar um projeto sob medida, de acordo com as necessidades de quem contrata. Se você quiser que o sistema execute alguma tarefa e o instalador disser que é impossível, alguém está sendo enganado. Nesse caso, procure outros fornecedores.

Fonte: Lisa Montgomery

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: