Chefe novo busca apoio em cursos de capacitação em gestão

desafio Assumir um cargo de gestão tendo apenas experiência técnica é um desafio.

"Com o aquecimento da economia e o maior índice de contratações, cresce também a demanda por treinamento de técnicos que assumem um cargo de gestão", analisa Karen Mascarenhas, professora de pós-graduação da FGV (Fundação Getulio Vargas).

A Across, consultoria de gestão de pessoas, afirma ter registrado crescimento de 74% na demanda por serviços de desenvolvimento de liderança. A DBM, a 2Get e o Instituto EcoSocial também confirmam aumento da procura por seus serviços de treinamento em gestão.

Para especialistas, essa migração de postos é um dos processos mais difíceis na carreira e demanda preparo.

Após lidar apenas com números, Eduardo Frayha, 29, diretor de relacionamento com o distribuidor da MonaVie, diz ter tido muita dificuldade para gerir a equipe.

O antes responsável por vendas de software se aprimorou com cursos focados em desenvolvimento de liderança. "O maior desafio é administrar pessoas. É um aprendizado diário."

CAPACITAÇÃO

O profissional deve investir em especializações e em seu próprio aprimoramento como gestor quando a empresa não oferece oportunidades de treinamento e desenvolvimento de liderança a seus funcionários.

A capacitação pode ser complementada com o "coaching" (aconselhamento profissional) ou o "mentoring" (orientação de um profissional mais experiente da área), explica Sergio Enabe, consultor em gestão de pessoas e professor de administração de RH da Unip (Universidade Paulista).

Algumas companhias, porém, contam com abertura para que o novo chefe apresente suas limitações e seu interesse em aprender mais sobre processos de gerenciamento. Nesses casos, o profissional promovido pode pedir ajuda para o treinamento.

Reuniões para definição de metas e de "feedback" são bons momentos para expor o interesse, orienta Peter Susemihl, do Instituto EcoSocial. De acordo com ele, um departamento de recursos humanos bem estruturado conhece essas demandas.

Em novembro do ano passado, ao ser promovido de atendente foi promovido para área de contratos do Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios), Jader Lúcio Spíndola, 22, passou por um mês de treinamento em gestão.

"Quando assumi, tinha dúvidas, mas resolvia tudo com meu supervisor antes que ocorressem erros", diz.

 

Fonte: Desmonta&CIA

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: