Roteador wireless da Comtac pode compartilhar sua conexão 3G

image_preview1 Aparelho segue o padrão Wi-Fi 802.11n e tem porta USB para plugar e compartilhar um modem 3G, um HD externo ou ainda uma impressora.

À primeira vista, o roteador Wireless N 3G da Comtac é um roteador comum, com quatro portas Ethernet para conexão de PCs e operando no padrão wireless 802.11n, com taxa de transferência de dados de até 300 Mbit/s. A diferença é uma porta USB que pode ser usada para conectar (e compartilhar) um HD externo, impressora ou modem 3G com outros computadores da rede.

 

Não é necessário conhecimento técnico para instalar esse roteador. Um guia rápido, na língua portuguesa, acompanha o produto e explica como fazer a instalação, tanto em uma rede cabeada quanto com um modem 3G. A figura abaixo é uma das telas de configuração e mostra a simplicidade do software de configuração, acessado através de uma interface web.

image_preview3

O roteador vem com duas antenas que utilizam a tecnologia MIMO e operam em conjunto para aumentar o alcance do sinal, tirando proveito do fenômeno de sua reflexão em obstáculos. As antenas são removíveis, o que oferece vantagem caso o usuário necessite substituí-las por modelos de potência maior para aumentar o alcance. Mas vale dizer que há um limite para isso: podem ser usadas antenas de no máximo 5 dBi.

image_preview5

Para compartilhar um HD externo ou impressora com os outros micros da rede, basta conectar um destes dispositivos à porta USB na traseira do roteador. Para acessar o HD basta digitar o endereço IP do roteador na janela "Executar…" (no menu iniciar) no Windows. No caso da impressora o driver correspondente deve ser instalado normalmente nos PCs que irão usá-la, mas ao informar como a impressora será conectada ao PC devemos dizer que se trata de uma impressora de rede.

Desempenho

Para testar o desempenho da rede Wi-Fi fizemos uma simples transferência de arquivo usando um notebook também equipado com uma interface no padrão 802.11n. Com o notebook a 10 metros do roteador, conseguimos uma taxa de transferência de dados de 83 Mbps. Ao dobramos essa distância a velocidade diminuiu pouco, chegando a 61 Mbps. Ao aumentar a distância para 25 metros (nos extremos de nossa redação) essa velocidade caiu para 40 Mbps. Os resultados estão dentro da média do padrão 802.11n, considerando as perdas comuns que existem em redes de comunicação como controle de acesso, verificação de erros e tamanho do pacote de dados.

Segurança
O roteador da Comtac suporta três sistemas de criptografia de rede: WEP, WPA e WPA2. Além disso, também existe opção de filtragem de clientes através do MAC Address, um "identificador único" associado à interface de rede de cada PC. Nesse modo, só os PCs com os MAC Address listados no roteador poderão acessar a rede.

Também há um firewall com SPI (Stateful Packet Inspection), capaz de inspecionar os pacotes de dados que trafegam pela conexão e bloquear pacotes "falsificados" (técnica conhecida como "spoofing") que poderiam servir de porta de entrada para um ataque ou invasão à rede interna.

image_preview8

Além do Wi-Fi

O roteador Wireless N 3G da Comtac pode compartilhar uma conexão 3G com outros computadores da rede, o que pode ser uma alternativa de acesso em banda larga para uma pequena rede corporativa ou doméstica em locais onde conexões via ADSL ou Cabo não estão disponíveis. Para isso, basta plugar um modem 3G na porta USB do roteador e selecionar a opção correspondente na tela de configuração. Segundo a Comtac, seu roteador é compatível com 78 modelos de modems 3G USB homologados pela Anatel e vendidos pelas operadoras em todo o Brasil.

Testamos este recurso usando um modem 3G da Huawei, cedido pela operadora Vivo. O desempenho vai variar de acordo com o local onde o roteador estiver e a cobertura da rede 3G da operadora, mas não tivemos problemas com instabilidade ou desempenho: conseguimos navegar por sites diversos e baixar arquivos sem nenhum contratempo. A conexão foi "transparente", e tão boa quanto se o modem 3G estivesse plugado diretamente ao PC.

Uma ressalva: não é possível usar o modem 3G como um "backup" da conexão de rede local. Por exemplo, digamos que seu roteador está compartilhando uma conexão ADSL e esta cai. O roteador não é capaz de detectar a interrupção e trocar automaticamente para o modem 3G. A mudança tem que ser feita manualmente. Isto seria útil em situações onde alta disponibilidade da conexão à internet é necessária, como em um escritório doméstico.

Vale a pena?

O preço de 363 reais está um pouco acima da média dos roteadores Wi-Fi do mercado, mas para quem precisa garantir a continuidade de uma conexão com a Internet, ou procura alternativas de acesso em regiões mal-servidas por ADSL ou cabo, ele pode ser uma boa opção. O compartilhamento de um HD externo ou impressora é bastante interessante, especialmente para uma pequena empresa.

Fonte: Desmonta&CIA

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: