Solução em segurança móvel vai além do antivírus

Para Jacob Greenbalt, da Discretix, empresa sediada em Israel, é preciso olhar a questão sob diferentes pontos de vista

Levantamentos produzidos por diversas empresas de pesquisa referendam o que observadores da indústria preveem há algum tempo: crescimento acelerado na adoção de smartphones. Apenas no segundo trimestre deste ano a Strategy Analytics calcula 60 milhões de unidades embarcadas. A In-Stat, em pesquisa recente, projetou 412 milhões de celulares inteligentes em operação até 2014. Trata-se de um prato cheio para harckers e outros cibercriminosos que podem agir tanto com produção de vírus como no desenvolvimento de aplicativos que, uma vez baixados, podem roubar dados e produzir outros prejuízos.

O alerta em relação à segurança móvel já foi acionado nas corporações e, aos poucos, essa consciência deve chegar também aos usuários finais, que, em sua maioria, ainda desconhece os riscos embutidos em um celular que traz sistema operacional, acesso à rede, aos e-mails e possibilita download de aplicativos e uma infinidade de conteúdos. A indústria também tem investido nesta seara e um dos exemplos é o trabalho executado pela Discretix, sediada em Israel. A empresa produz soluções que não são vendidas para empresas ou usuárias, mas embarcadas no hardware ou software.

Como explicou Jacob Greenbalt, em entrevista por telefone ao IT Web, os usuários precisam entender que a possibilidade de baixar conteúdo e aplicativos abre precedentes para que cibercriminosos invadam e causem prejuízos que vão além do roubo de dados, incluindo “clonagem do código e invasão completa do aparelho com bloqueio do dispositivo”.

Questionado sobre a validade de um antivírus como complemento ou solução de segurança para smartphones, Greenbalt se mostrou cético e frisou que este tipo de abordagem funciona bem para PCs, mas não para celulares. “Imagine que você está em uma estrada utilizando o GPS e o antivírus inicia um scan, pode ser um problema. Não estou dizendo que seja ruim ou me colocando contra esse mercado, mas o segmento móvel precisa de um nível diferente de proteção”, aponta. É bom lembrar, no entanto, que Kaspersky e Symantec são exemplos de empresas que investem em antivírus para celular.

A complexidade da segurança móvel – sobretudo em ambiente corporativo – vai além de disponibilizar o equipamento para funcionários, ela passa por administrar múltiplas plataformas, muitas com código abertos, e também as permissões de acesso e download de conteúdos. “Segurança em device não é algo fácil. Mas esses aparelhos são necessários, melhoram produtividade.”

Greenbalt usou como exemplo de robustez em segurança o BlackBerry OS, da Research In Motion (RIM). Para ele, a fabricante tem feito um ótimo trabalho com encriptação de dados, especialmente no serviço de e-mail, um dos principais chamarizes para o segmento empresarial. Aliás, essa proximidade entre RIM e as corporações ele credita ao fato da companhia conhecer bem o meio corporativo.

HTC, Motorola, Sony Ericsson e Intel estão entre os clientes da Discretix para soluções de segurança embarcada. A empresa, que está no mercado há dez anos, possui produtos voltados para criptografia, proteção de conteúdos baixados, anticlone, entre outros, tudo para evitar que o aparelho móvel seja objetivo de ataque de um hacker.

Recentemente, Greenbalt produziu um estudo para a companhia sobre segurança móvel e destacou no documento a necessidade trabalhar em vários níveis de proteção. Ele fala da importância da senha, mas avisa que tornar smartphones seguros envolve um processo de duas fases. A primeira delas caberia ao fabricante, provendo segurança do kernel, a segunda parte ficaria a cabo do que ele chama de “secure boot”, mecanismo baseado em componentes do sistema operacional aprovados criptograficamente. Ou seja, não haveria um boot em caso de violação de um dos componentes.

Fonte: Desmonta&CIA

Anúncios

Tags:

About Desmonta&CIA

Somos um blog que busca informar aos apaixonados por tecnologia tudo sobre o mundo de TI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: